Banner Topo

Página inicial Home

Área do Associado            

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Depoimentos

“Associei-me à ADECCON por me sentir assegurada”

Nome: Edna Queiroga

Profissão: Administradora


“Associei-me à ADECCON por me sentir assegurada”

Publicado em: 01/04/2011

Muitos cidadãos desconhecem seus direitos enquanto consumidores e acabam ignorando os problemas relacionados ao consumo, achando que não vão solucionar o caso. Não foi diferente com a administradora Edna Queiroga, de 56 anos, associada da ADECCON. Ela afirma que conhecia a entiade através de jornais e sites de notícias, mas acreditava que não era necessário estar associada, por acreditar estar sempre atenta aos seus direitos.

“A gente deixa pra lá muita coisa por não conhecer nossos direitos. Algumas vezes eu deixei de reclamar por achar que não ia dar em nada”, confessa. No entanto, a situação começou a complicar para a associada no momento em que ela se viu “presa” a um contrato que assinara, certa de que lhe traria benefícios. “Tivemos um problema grave com o Grupo Pestana, uma rede de turismo que oferece pacotes de viagens. Eles sempre insistiam para que fôssemos visitá-los e conhecer a empresa. Ao chegarmos lá, fomos convencidos de que o pacote era recheado de vantagens”, afirma.

Edna, no entanto, foi enganada. A promessa da empresa era de que o consumidor pagaria um valor durante seis meses e, terminado este prazo, iria usufruir do pacote. “Caímos nesse conto de fadas, pois, na realidade, não podíamos desfrutar em qualquer época e, sim, apenas quando houvesse disponibilidade no hotel. Além de tudo, a desistência do contrato acarretaria uma multa de nove mil reais”, conta.

O sonho da associada tornou-se, então, um pesadelo. Além do mais, ela acreditava que nunca conseguiria reaver o dinheiro pago – mesmo sem ter usufruído do serviço.

Foi aí que ela se lembrou da ADECCON e viu a necessidade de contar com a ajuda do órgão na busca pelos seus direitos. “Associei-me por me sentir assegurada e aproveitei para resolver esse caso. Os advogados da ADECCON entraram em contato com a empresa e, antes mesmo da primeira audiência, recebi todo o meu dinheiro de volta. A audiência serviu apenas para negociar os juros e as diferenças contratuais”, comemorou a associada. “Todos devem prestar atenção na hora de ler os contratos, pois existem muitas ‘pegadinhas’ das quais só nos damos conta depois que caímos. Devemos ler todos os documentos para que estejamos protegidos e imunes dessas armadilhas das empresas”, aconselha Edna.

FNECDC

Linha Grossa

Tarja Coluna

Linha Fina

Lorena Grinberg
CUIDADOS COM AS COMPRAS COLETIVAS


Linha Grossa

Tarja Coluna

Linha Fina

José Carlos Barbosa
Sem o videogame, mas com a alma lavada


Linha Grossa

TV ADECCON

DIREITO DO CONSUMIDOR INADIMPLENTE

Linha Grossa

NEWSLETTER

Preencha os campos abaixo para ficar sempre informado sobre nossas novidades.

Nome:

E-mail:

Linha Grossa

Tarja Coluna

Você já foi vítima de cobrança abusiva pelas operadoras de telefonia celular?

Sim

Não

Rua do Riachuelo, 105 - Sala: 219 - Ed. Círculo Católico - Boa Vista, Recife-PE | Fone: (81) 3222.6066 / 3034.6056
Copyright © 2006 - ADECCON. Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Artini Lemos